Promessas e medalhistas paralímpicos do tênis de mesa participam de Aberto da República Tcheca

qui, 23 jun 2022 11:19:09 -03:00



Paulo Henrique Fonseca em ação; atleta é um dos brasileiros convocados para torneio tcheco | Foto: Divulgação/CBTM

Paulo Henrique Fonseca em ação; atleta é um dos brasileiros convocados para torneio tcheco | Foto: Divulgação/CBTM

Dez mesatenistas brasileiros participam do Aberto Paralímpico da República Tcheca, na cidade de Ostrava, a partir desta quinta-feira, 23. A competição vai até sábado, 25. 

Dos dez participantes do Brasil em Ostrava, oito têm menos do que 22 anos. Carlos Eduardo Moraes (classe 4), Lucas Arabian (5), Paulo Henrique Fonseca (7), Lucas Carvalho (9), Gabriel Antunes (10), Sophia Kelmer (8), Lethicia Lacerda (8) e Evellyn Santos (11) são os jovens. Se juntam a eles no Aberto da República Tcheca, os veteranos da classe 2 e medalhistas paralímpicos, Guilherme Costa e Iranildo Espíndola.

“Minhas expectativas são boas, tenho treinado bastante para este momento. Espero conseguir dar meu máximo, obter o melhor resultado possível e representar o meu país da melhor forma. Estou confiante de que, se eu jogar o que venho treinando, posso me dar bem”, afirmou o mesatenista Paulo Henrique Fonseca, um dos jovens representantes brasileiros no torneio. “Esta nova geração tem total potencial para chegar a uma Seleção adulta. Somente depende de cada um querer. Estamos tendo uma grande oportunidade”, complementou.

Ao final de abril deste ano, três dos representantes brasileiros na competição participaram da I Semana de Treinamento das Seleções Brasileiras paralímpicas de tênis de mesa. Carlos Eduardo Moraes, Gabriel Antunes e Sophia Kelmer estiveram no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, onde foram avaliados e treinados por um corpo técnico.

E um dos participantes desta semana de treinamento, brilhou em uma competição internacional no início de maio: Sophia Kelmer, 14, esteve no Aberto da França e levou duas medalhas: prata individual da classe 8 e um ouro na classe WD14 das duplas femininas (ao lado da australiana Anne Julian). Ainda neste ano, ela também conquistou um bronze individual no Aberto Costa Brava, realizado na Espanha em março.

Outro jovem brasileiro, que está na República Tcheca, também já foi ao pódio em uma competição internacional em 2022. Lucas Arabian esteve no Aberto da Eslovênia e levou, atuando em parceria com Joyce Oliveira, a medalha de bronze na classe XD10 das duplas mistas. Ademais, o mesa-tenista também angariou um bronze no Aberto Costa Brava, desta vez, no individual da classe 5.

Além deles, Evellyn Santos, 18, vem de boa participação internacional. Na sua última presença em um torneio fora do país, levou duas pratas na Espanha: vice-campeã individual e nas duplas mistas.

*Com informações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)
 
Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial