Presidente do CPB e governador do Paraná assinam convênio de promoção da Educação Paralímpica

qui, 08 jul 2021 15:24:58 -03:00



O governador Carlos Massa Ratinho Junior (c) e o presidente do CPB, Mizael Conrado, assinam acordo durante evento em Curitiba | Foto: Gilson Abreu/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior (c) e o presidente do CPB, Mizael Conrado, assinam acordo durante evento em Curitiba | Foto: Gilson Abreu/AEN

O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, assinou um convênio de promoção da Educação Paralímpica nas escolas do Paraná com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, durante evento nesta quinta-feira, 8, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, que marcou também o lançamento da campanha Torcida Paraná em Tóquio. 

O programa de Educação Paralímpica é um dos pilares do planejamento estratégico do CPB e tem como um dos seus objetivos promover cursos online e gratuitos para profissionais de Educação Física.

Também participaram da cerimônia o coordenador do programa da Educação Paralímpica, David Farias Costa, e os atletas paralímpicos Anderson Santos e Daniel Silva, do vôlei sentado, Adriana Azevedo e Mari Santilli, da paracanoagem, Marcelo dos Santos, da bocha, e Vitor Tavares, do parabadminton, além dos técnicos Rodrigo Ferla, do parataekwondo, e James Valter, do tiro esportivo.

Ainda estiveram presentes o diretor de Desenvolvimento Social da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, Jackson Pitombo Cavalcante; o diretor-presidente da Paraná Esporte, Walmir da Silva Matos; o diretor adjunto de Comunicação da Copel, David Campos; o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência e diretor de Departamento de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Sejuf, Felipe Braga Cortes; o coordenador da Escola do Esporte, Antônio Carlos Dourado; o coordenador do Paradesporto, Mário Sérgio Fontes; e o presidente do Conselho Regional de Educação Física, Antônio Branco.  

"Esporte é uma atividade que se consiste na principal ferramenta de inclusão das pessoas, sobretudo, das pessoas com deficiência. O esporte entrega resiliência, autoestima, oportunidade e cidadania para quem pratica e muda a percepção da sociedade em relação ao potencial de um indivíduo com deficiência", discursou Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco (Atenas 2004 e Pequim 2008) e presidente do CPB.

"Essa parceria com o Estado do Paraná nos enche de esperança de capacitarmos cada vez mais professores em todas as escolas do Brasil para estarem preparados para atender todas as crianças e jovens com deficiência que lá estiverem. Com isso, elas poderão iniciar a sua atividade física no tempo certo que é a fase escolar", completou Mizael Conrado. 

O projeto, que institui a Frente Paranaense para a Educação Paralímpica, visa à formação e capacitação de professores e profissionais, em todo o Paraná, por meio de cursos e ações de desenvolvimento das modalidades. As diretrizes do programa serão dadas pelo CPB. Treze municípios já aderiram até o momento: Jardim Alegre, Lunardelli, Ivaiporã, Lidianópolis, Cruzmaltina, Grandes Rios, Faxinal, Mauá da Serra, Califórnia, Marilândia do Sul, Rio Bom, Novo Itacolomi e Telêmaco Borba.

Maior delegação do Paraná

O Estado do Paraná contará com a maior delegação de atletas paranaenses olímpicos e paralímpicos da história dos Jogos. Ao todo, 35 representantes do Estado estarão na capital japonesa, número pouco superior ao time local que esteve nos Jogos do Rio, em 2016, que contou com 34 atletas.

Durante o evento, foi lançada a campanha Torcida Paraná em Tóquio. A intenção é que o público paranaense envie sua energia positiva, com vídeos e palavras de incentivo para os nossos atletas, por meio das redes sociais, utilizando a #TorcidaParanáemTóquio.

O governador lembrou que todos na delegação, entre atletas e técnicos, contam com o apoio do Governo do Estado. Do grupo, 34 são bolsistas do programa Geração Olímpica, além de um esportista que tem projeto pessoal via Lei de Incentivo ao Esporte – o Proesporte.

"Ter a maior delegação da nossa história é resultado da organização e do planejamento esportivo do Paraná. O programa Geração Olímpica, o maior do País para o setor, é um sucesso, e que vem merecendo toda a atenção por parte do Governo do Estado e da Copel, a patrocinadora do projeto", destacou Ratinho Junior.

Vitor Tavares, da classe classe SS6do parabadminton, está animado com a possibilidade de medalha no Japão. Ele vem de bons resultados na fase de preparação e mira o pódio logo na estreia da modalidade em Jogos Paralímpicos. "A perspectiva é boa porque fui bronze no Mundial e ouro no Parapan. Agora são os ajustes finais", afirmou o curitibano. "O Geração Olímpica me deu tranquilidade para focar nos treinos", afirmou o atleta que possui hipocondroplasia congênita, popularmente conhecida como nanismo.

Adriana Azevedo, da classe KL1 da paracanoagem, também vai estrear nos Jogos. Ela era da natação, mas mudou de esporte em 2017 quando o rendimento começou a cair. Participar dos Jogos Paralímpicos já é uma conquista especial. "Busquei um novo estímulo na paracanoagem. Quero ficar entre as oito melhores", contou. "O projeto do Governo do Paraná é primordial. É o auxílio que eu precisava para ter mais foco no treinamento", disse ela, que há dois anos adotou Curitiba como casa.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível
O atleta Vitor Tavares é integrante do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 69 atletas. 

*Com informações da Agências de Notícias do Paraná

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br) 

PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial do Comitê Paralímpico Brasileiro
PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão