Tiro com arco retorna aos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 e gera expectativas em medalhista do Brasil 

sáb, 20 fev 2021 09:00:22 -03:00



Tiro com arco retorna ao programa dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 após ficar de fora da última edição do evento. Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB

Tiro com arco retorna ao programa dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 após ficar de fora da última edição do evento. Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB

O Tiro com arco retornará ao programa dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 após ficar fora da última edição, em Lima-2019. Neste sábado, 20, é celebrado o marco de mil dias para a abertura do evento em Santiago e as expectativas do retorno da modalidade estão altas para arqueira Jane Karla, um dos destaques do Brasil na disputa.  

A última edição que contou com provas do tiro com arco foi Toronto 2015. Na ocasião, o Brasil foi representado por nove atletas e conquistou três medalhas, sendo duas de ouro e uma de prata.  

A arqueira Jane Karla, ouro no Parapan de Toronto 2015, está empolgada com o retorno da modalidade para a maior competição das Américas.  

“Estou muito feliz que o tiro com arco está de volta para 2023. É uma modalidade em crescimento e o Parapan-Americano é muito importante pela experiência de competir em um evento tão grande que se aproxima bastante dos Jogos Paralímpicos. O Parapan também é uma das competições com vaga em disputa para os Jogos”, comemora a atleta que possui medalhas em Jogos Parapan-Americanos tanto pelo tênis de mesa (Rio 2007 e Guadalajara 2011) quanto pelo tiro com arco.  

Jane Karla veste casaco amarelo do uniforme do Brasil e calça preta. No pescoço, a medalha de ouro. Jane sorri, com uma das mãos na medalha e outra erguida segurando o mascote de pelúcia da competição. Platô do pódio laranja com "Toronto 2015".
Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB

O programa dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 será composto por disputas de atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, ciclismo (estrada e pista), futebol de 5, futebol de 7, goalball, halterofilismo, judô, natação, parabadminton, parataekwondo, rúgbi em cadeira de rodas, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e tiro esportivo, além do tiro com arco.  

"Em Toronto 2015, nós conquistamos todas as vagas para os Jogos Rio 2016. Como país sede nós teríamos as vagas, mas só utilizamos uma, as demais conquistamos. Houve um trabalho grande das entidades do paradesporto em relação ao tiro com arco para aumentar o quantitativo de atletas na modalidade para voltarmos para o programa do Parapan. Vimos um aumento significativo nos últimos anos, atletas novos participando de competições importantes. Voltamos para os Jogos Parapan-Americanos com uma quantidade maior de atletas, inclusive no Brasil, isso demonstra o quanto a modalidade cresceu. Vamos trabalhar bastante para fazer uma boa campanha em Santiago, no Chile, assim como no Parapan de Toronto 2015", disse Henrique Junqueira Campos, técnico da Seleção Brasileira de Tiro com Arco.

O Parapan na capital chilena será de 17 a 26 de novembro de 2023.   

A última edição realizada em Lima em 2019 é considerada a melhor de todos os tempos, com mais de 1.800 atletas paralímpicos de 30 países. Nesta edição, o Brasil fez uma campanha histórica ao conquistar 124 ouros entre suas 308 medalhas.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)
 

PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão