O que você só encontra nos Jogos Paralímpicos? Confira modalidades e particularidades deste evento

qui, 21 jan 2021 13:29:17 -03:00



Desfile da delegação brasileira durante cerimônia dos Jogos do Rio 2016. Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CPB

Desfile da delegação brasileira durante cerimônia dos Jogos do Rio 2016. Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CPB

Assim que os Jogos Olímpicos terminam, dá-se início aos Jogos Paralímpicos, que terão sua próxima edição realizada em Tóquio. Quando chega a vez dos atletas paralímpicos entrarem em ação, algumas diferenças podem ser notadas entre os dois megaeventos. Confira abaixo algumas particularidades dos Jogos Paralímpicos:

1 - Modalidades exclusivas

Os atletas paralímpicos competem por medalhas em 23 modalidades. Dentre elas, dois esportes são exclusivos dos Jogos Paralímpicos: a bocha e o goalball.

Na bocha, os atletas são pessoas com paralisia cerebral ou que têm deficiências severas. Nas disputas desta modalidade, os competidores precisam lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma similar branca. No vídeo abaixo, você conhece um pouco sobre dois atletas brasileiros da bocha, o Zé e o Tó.

                                 

Já o goalball é um esporte praticado por dois times de três atletas cada, no qual os jogadores têm deficiência visual. O objetivo é fazer gols acertando uma bola com guizo na rede do adversário. Por sua vez, o outro time deve evitar o avanço do adversário orientando-se em quadra pelo som da bola.


2 - Medalhas


As medalhas dos Jogos Paralímpicos possuem inscrições em braile e, na edição do Rio 2016, surgiu uma novidade: pela primeira vez na história das competições, as medalhas conquistadas pelos atletas com deficiência visual tinham guizos. Assim, os atletas podiam “ouvir o som da conquista”, sendo que as medalhas de ouro, prata e bronze tinham sons distintos.


                                     Foto: Cleber Mendes/MPIX/CPB

Descrição da imagem: O atleta Willians Araújo, que tem deficiência visual, tateia sua medalha de prata conquistada no judô perto do ouvido esquerdo para ouvir o som do guizo durante os Jogos do Rio 2016


Leia mais curiosidades sobre os Jogos Paralímpicos do Rio aqui


3 - Mais campeões


Nos esportes paralímpicos, os atletas são divididos em classes distintas considerando o grau de severidade de cada deficiência. Quanto mais baixos os números na classificação, maior o grau de comprometimento da deficiência do atleta. Por exemplo, na natação, são 14 classes divididas da seguinte forma:
 
  • 1 a 10: atletas com limitações físico-motoras (sendo os atletas da classe 1 aqueles que possuem deficiências mais severas)
  • 11 a 13: atletas com deficiência visual
  • 14: atletas com deficiência intelectual
Com isso, nos Jogos Paralímpicos, há uma maior distribuição de medalhas, já que há mais classes competindo em uma mesma modalidade. Apenas na natação paralímpica, são distribuídas 152 medalhas de ouro. A classificação dos atletas foi criada para tornar a competição mais justa.


4 - Símbolo Paralímpico: os Agitos


Os símbolos dos Jogos Paralímpicos são os Agitos. Em latim, “Agito” significa “Me Movimento” e o desenho, que procura demonstrar esta característica, é assimétrico composto pelas cores vermelho, azul e verde.


                                     Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CPB

Descrição da imagem: Símbolo do Agitos é exibido durante a disputa dos Jogos Paralimpicos de Inverno em PyeongChang, na Coreia do Sul, em 2018


5 - Mascote


A cada edição dos Jogos Paralímpicos uma nova mascote (ou personagem) é criada para traduzir o espírito esportivo e divulgar a cultura do país-sede da competição. Na última edição, a mascote foi o carismático Tom, que até hoje é a mascote oficial do CPB.


                                     Foto: Daniel Zappe/CPB/MPIX 

Descrição da imagem:  Mascote Tom posa com as medalhas das Paralimpíadas Escolares 2018 no Centro de Treinamento Paralímpico


A cada Jogos Paralímpicos temos evoluções, singularidades e mais curiosidades surgem. Na próxima edição, que acontecerá em Tóquio, uma novidade já é aguardada: a estreia de duas modalidades, o parabadminton e o parataekwondo. O esporte paralímpico é isso: a história sendo escrita e renovada a cada competição. E nós, do CPB, amamos isso!
 







 

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial