CPB lançará Manifesto Paralímpico para celebrar Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

qui, 26 nov 2020 15:05:00 -03:00



Evento de lançamento dos uniformes do CPB, com desfile dos atletas Vinicius Rodrigues, Dayane Silva, Matheus Assis, em agosto de 2019. Foto: Daniel Zappe/Exemplus/CPB

Evento de lançamento dos uniformes do CPB, com desfile dos atletas Vinicius Rodrigues, Dayane Silva, Matheus Assis, em agosto de 2019. Foto: Daniel Zappe/Exemplus/CPB

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) vai lançar na próxima quinta-feira, 3, o “Manifesto Paralímpico” para celebrar a data em que é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992. 
 
O ato terá como objetivo sensibilizar e fomentar uma reflexão a respeito dos desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência no dia a dia, e como transformar a infraestrutura e qualidade nos serviços às pessoas com deficiência em ambientes sustentáveis, seguros e acessíveis.
 
O manifesto também será lido por atletas em um vídeo, além da divulgação de um ensaio fotográfico com nomes da natação como Andrey Garbe (classe S9), Dayanne da Silva (S6), Gabriel Cristiano (S8), Maiara Barreto (S3), Roberto Alcalde (S6), e do atletismo Daniel Mendes (T11), Verônica Hipolito (T38), Washington Assis (T47) e Raissa Rocha (F56), além da mesa-tenista Jennyfer Parinos (9). 
 
A ideia desta ação é valorizar os corpos dos atletas paralímpicos. As fotos estão disponíveis nas redes sociais do CPB a partir do dia 3.
 
“Acreditamos que o esporte é um dos grandes agentes catalisadores para a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade em todas as suas dimensões. Por meio dele é possível ampliar a percepção da sociedade em relação às pessoas com deficiência”, afirma Mizael Conrado, bicampeão paralímpico de futebol de cinco em Atenas 2004 e Pequim 2008, e presidente do CPB.   
 
No Brasil, de acordo com dados do censo do IBGE 2010, existem 45,6 milhões de indivíduos que se declaram com deficiência, o que corresponde a quase 23% da população.
 
O decreto via lei nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, define a deficiência humana como “toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano”.
 
Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão