Tiro com Arco

O tiro com arco paralímpico pode ser disputado por pessoas com amputações, paraplégicos e tetraplégicos, paralisia cerebral, doenças disfuncionais e progressivas, como a atrofia muscular e escleroses, com disfunções nas articulações, problemas na coluna e múltiplas deficiências.

Além das provas individuais, a modalidade ainda conta com a disputa por equipes, com três arqueiros em cada time. As regras do tiro com arco paralímpico são as mesmas do esporte olímpico. Os participantes têm como objetivo acertar as flechas o mais perto possível do centro do alvo, que fica colocado a uma distância de 70m e tem 1,22m de diâmetro, formado por dez círculos concêntricos. O mais externo vale um ponto, e o central, dez. Quanto mais próxima do círculo central estiver a flecha, maior a pontuação obtida. No Brasil, a modalidade é administrada pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTArco).

imagem atleta se preparando para disparar sua flecha

Deficiências

Amputados, paralisados, paralisados cerebrais, doenças disfuncionais e progressivas, lesionados da coluna e múltiplas deficiências

Gênero

Masculino e feminino

Objetivo

Acertar as flechas o mais próximo possível do centro do alvo, que fica posicionado a 70m de distância

Regras

As regras são as mesmas do olímpico

Alvo

Círculo com 1,22m de diâmetro, formado por 10 círculos concêntricos. O mais externo vale um ponto. O central, 10

Classificação no

Tiro com Arco

No tiro com arco, os atletas são divididos em três classes, que se diferenciam pelas capacidades do atleta de ficar em pé e/ou de locomoção nos braços e tronco: Standing (ARST), ARW1 e ARW2.

imagem boneco com a cintura pra baixo em azul

STANDING (ARST)

Atletas sem deficiência nos braços, mas com deficiência leve nas pernas. Pode atirar em pé ou sentado

imagem boneco com os braços e da cintura pra baixo em azul

ARW1

Atletas com deficiência nos braços e nas pernas, com movimentos limitados e pouco controle dos braços e pouco ou nenhum controle do tronco

imagem boneco com a cintura pra baixo em azul

ARW2

Atletas com paraplegia e mobilidade articular limitada nos membros inferiores e que precisam da cadeira de rodas para uso diário. Competem juntos com ARST







Medalhistas

Clique para ver os
medalhistas

PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletirsmo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão