Notícias

Em estreia no CT, Seleções de basquete em CR elogiam estrutura

Por CPB
Sex, 06 Abr 2018 14:00:00 -0300
Imagem

Estreando no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, as Seleções Brasileiras feminina e masculina de basquete em cadeira de rodas chegaram para a sua primeira semana de treinamento do ano nesta semana,  de 2 a 7 de abril.

Acostumados a se reunirem no Rio de Janeiro, nas instalações da ANDEF (Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos), as delegações decidiram mudar, em 2018, o local de treinamento das duas equipes.  A opção pela troca de ambientes se deu por uma série de motivos, entre eles a estrutura, as condições e a possibilidade de intercâmbio entre atletas de diferentes modalidades que o CT Paralímpico oferece, como contou o técnico da Seleção feminina, Martoni Sampaio. “Está sendo fantástico. Toda essa estutura do CT vai nos ajudar muito na melhor preparação possível para as competições", disse. 

Além dos treinos, os atletas também passaram por alguns testes, monitoramentos e avaliações nos últimos dias.  O técnico da Seleção masculina, Tiago Frank, diz que trazer as semanas de treinamento para o CT abre a possibilidade  “não só para a prática do basquete em cadeira de rodas em si, mas para outro campos que avaliam as capacidades físicas dos atletas e os ajudam em seu desenvolvimento.”

Vileide de Almeida, de Belém, Pará, faz parte da Seleção Brasileira desde os Jogos de Pequim, em 2008, e já havia estado no CT  para o Campeonato Brasileiro feminino de basquete em cadeira de rodas. “As pessoas são muito acolhedoras e, quando o atleta encontra um lugar assim, é como se fosse a casa dele. É muito agradável”, comentou ela, que perdeu os movimentos do pé esquerdo por uma mordida de cobra na perna quando tinha 11 anos.

As Seleções Brasileiras feminina e masculina do basquete em cadeira de rodas voltam ao CT em maio, entre 13 e 20, em julho, entre 8 e 19 e, por último, em agosto, de 5 a 13, período que antecede o Campeonato Mundial na Alemanha, marcado para 16 a 25 de agosto.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)