Visão

 

Representar e liderar o movimento paralímpico brasileiro, buscando a promoção e o desenvolvimento do esporte de alto rendimento para pessoas com deficiência.

 

Missão

 

- Exercer a representação legítima do desporto paralímpico brasileiro;

- Organizar a participação do Brasil em competições continentais, em mundiais e em Jogos Paralímpicos;

- Promover o desenvolvimento dos diversos esportes paralímpicos no Brasil, em articulação com as respectivas organizações nacionais;

- Promover a universalização do acesso das pessoas com deficiência à prática esportiva em seus diversos níveis.

 

Princípios

 

Trabalhar em regime de total parceria com as áreas técnicas das associações

e confederações nacionais filiadas e vinculadas ao Comitê Paralímpico

Brasileiro (CPB), valorizando a convergência de objetivos em prol do desenvolvimento de todo o segmento esportivo paralímpico brasileiro.

 

 

 

 

 

 

Diretoria Executiva

 

 

Mizael Conrado

 
Presidente
 
Formado em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo (Unicid), o bicampeão paralímpico de futebol de 5 (para cegos) é presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.
 
 
 
 
 
 
 

 

Naíse Pedrosa

 

1ª vice-presidente

 
Graduada em Ciências Biológicas com pós-graduação em Saúde Pública, Naíse exerceu o cargo de presidente da Confederação Brasileira de Basquete em Cadeira de Rodas (CBBC) e hoje é vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.
 
 
 
 
 
 

 
Ivaldo Brandão

2º Vice-presidente
 
Graduado em Educação Física pela Escola de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, graduado em Matemática pela Fundação Educacional Universitária Campograndense e mestrado em Ciência da Motricidade Humana pela Universidade Castelo Branco, Ivaldo Brandão, atualmente, é vice-presidente e secretário-geral do Comitê Paralímpico Brasileiro.