Notícias

Clube de Brasília vence Copa Brasil de paracanoagem, em São Paulo

Por CPB
Qui, 12 Jul 2018 11:48:00 -0300
CBCa Imagem

A 2ª etapa da Copa Brasil de Paracanoagem 2018 aconteceu no último domingo, 8, na raia olímpica da Universidade de São Paulo, em São Paulo. O evento reuniu 35 atletas de sete estados brasileiros, entre eles canoístas que obtiveram os índices esperados para a participação do Campeonato Mundial, em agosto. A campeã da competição foi a Associação Caiakagem de Canoagem, de Brasilia, seguida pelo Iate Clube de Londrina e o Bra Va’a, do Rio de Janeiro.

 “Foi um evento importante tanto para mantermos os atletas em competição, visando o Campeonato Mundial, quanto para o desenvolvimento da modalidade, além de atualizações e realização de novas classificações funcionais”, disse Leonardo Maiola, supervisor da Paracanoagem na Confederação Brasileira de Canoagem. 

 O destaque desta competição foi a presença de jovens atletas que vem surgindo no cenário nacional, entre eles Giovane Vieira de Paula e também a jovem, mas já veterana, Debora Benevides. Outros grandes destaques foram: Luis Carlos Cardoso, Fernando Rufino de Paulo e Mari Santilli. 

 Esta etapa da Copa Brasil tinha como o principal objetivo aumentar o número de competições nacionais da modalidade, colocando os atletas em constante avaliação. Além disso, colabora para a somatória de pontos no ranking anual da modalidade e índices para provas internacionais, fator que está em acordo com os objetivos estratégicos da modalidade.

“É de extrema importância a realização de duas etapas de Copa Brasil, que somado ao Campeonato Brasileiro, formam três eventos nacionais de ótimo nível, e são preparativos para eventos internacionais, o que coloca os atletas em competição e avaliação”, disse a atleta Mari Santilli, atleta que atingiu o índice estipulado pelo Comitê de Paracanoagem, garantindo sua vaga para o Campeonato Mundial de Paracanoagem.

 A atleta, que é do Clube de Regatas Curitiba de Curitiba, reforçou que “a raia estava em excelentes condições e os atletas demonstraram uma evolução em suas performances comparada a primeira etapa, demonstrando que vem treinando e este evento os preparam para não apresentar tanto nervosismo nos próximos campeonatos”. 

 A CBCa possibilitou aos atletas, nesta competição, o alojamento no Centro de Treinamento Paralímpico, alimentação e transporte, do alojamento para o local da raia, para todos que desejavam e solicitaram previamente. "Isto possibilitou a redução de custos aos atletas e equipes, além de um ótimo conforto e acessibilidade”, contou Maiola. 

 *Com informações de Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa)

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)