Três recordes mundiais caem na abertura do Circuito Loterias Caixa de Atletismo

sáb, 08 jun 2019 12:27:22 -03:00



Crédito: Wagner Carmo/Exemplus/CPB

Crédito: Wagner Carmo/Exemplus/CPB

Os paulistas Beth Gomes e André Rocha abriram neste sábado, 8, as disputas da primeira etapa nacional de atletismo do Circuito Brasil Loterias Caixa com quebras de recorde mundial nas provas de campo, respectivamente nas classe F52 e 53 - para cadeirantes. Trezentos e quarenta e sete atletas de 24 Estados e o Distrito Federal competem no evento deste fim de semana. 

Beth venceu o arremesso de peso disputado no CT Paralímpico, em São Paulo, com a marca de 7,68m e superou os 6,14m da jamaicana Cassie Mitchell, que perdurava desde 2013. À tarde, ela voltou à ação e derrubou a marca do lançamento de disco, com 15,74m - melhor do que os 15,28m da tcheca Martina  Kniezkova, vigente desde 2004. André, por sua vez, registrou 10,04m em sua prova, mais de 1 metro a mais do que sua antiga marca de 8,83m, registrada no ano passado.  

Beth já havia arremessado o peso acima da marca das rivais anteriormente. A homologação do resultado, no entanto, não foi feita por causa da sua classificação funcional, na época ainda sob análise. No Open Internacional Loterias Caixa, em abril, ela foi confirmada como atleta da classe F52. 

E MAIS
Medalhistas tentam garantir-se no Parapan na 1ª nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo
CT receberá primeira nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo 

 
"Não queria ter batido por tanto (risos), mas aconteceu. Eu estava tranquila, com um frio na barriga pela competição, mas consegui estar bem consciente do que eu venho treinando e conseguindo. Conquistei uma boa marca que reflete o meu trabalho desta temporada. Agora é trabalhar para o Parapan de Lima e para o Mundial de Dubai", disse a atleta de 54 anos, que tornou-se cadeirante em decorrência de uma esclerose múltipla. 

"Eu estou bem feliz com a prova que fizemos hoje. Os resultados já vinham saindo nos treinos e faltava trazê-los à competição. Mais uma volta por cima que consigo, desta vez de olho no Parapan. Eu estou muito feliz mesmo em me manter e melhorar minhas marcas", disse André Rocha, de 42 anos, que era militar e ficou paraplégico após queda em uma perseguição.
 
Outro recorde foi quebrado pelo carioca João Victor Teixeira, da classe F37. Ele alcançou 48,52m no lançamento de disco masculino e estabeleceu uma nova marca das Américas - a anterior pertencia ao venezuelano Edwards Varela, com 47,88m. O paraibano Petrúcio Ferreira também brilhou nos 100m (T47) e venceu a prova em 10s66, seguido pelo carioca Washington Júnior (10s90) e o alagoano Yohansson Nascimento (10s99).

Por fim, o capixaba Daniel Mendes, da classe T11, para deficientes visuais, brilhou nos 400m. Ele atingiu o índice A classificatório para o Mundial de Dubai e o Parapan de Lima, com o tempo de 50s58. 
 
Os atletas que disputarão as etapas nacionais do Circuito alcançaram, nas fases regionais, os índices classificatórios estabelecidos pelo Departamento Técnico do CPB. Ao todo, foram realizados quatro estágios: São Paulo, no CT Paralímpico, em fevereiro; Norte-Nordeste, em João Pessoa (PB), em março; Centro-Leste, em Uberlândia (MG), e Rio-Sul, em Curitiba (PR), em abril. 
 
A segunda etapa nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo será nos dias 9 e 11 de agosto, no CT Paralímpico, em São Paulo. Já a terceira fase nacional receberá a denominação de Campeonato Brasileiro, que está programado para ocorrer nos dias 27 a 29 de setembro, também no CT, e reunirá os melhores do ano. O Mundial da modalidade encerrará o calendário do atletismo em 2019, de 7 a 15 de novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. 
 
Time São Paulo 
Os atletas Washington Júnior e Yohansson Nacimento são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 62 atletas e quatro atletas-guia, de nove modalidades.
 
Imprensa
Os profissionais de imprensa interessados em cobrir a primeira etapa nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo não precisam de credenciamento prévio. Bastará dirigirem-se à sala de imprensa do CT Paralímpico para identificação. 
 
O Circuito
O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidade para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Em 2019, as disputas das fases nacionais serão separadas por uma modalidade em cada fim de semana - haverá ainda um Campeonato Brasileiro de cada esporte. 
 
Patrocínios
O paratletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.
 
Serviço
Data: 8 e 9 de junho
Cidade: São Paulo (SP)
Local: Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo - Rodovia dos Imigrantes, km 11,5 (ao lado do São Paulo Expo).
 
Programação* 
Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo
Sábado (8/6) - 8h às 12h e 14h às 18h 
Domingo (9/6) - 8h às 12h
*Programação sujeita a alterações
 
Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletirsmo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão