COMITÊ PARALÍMPICO BRASILEIRO

atletismo basquete em cadeira de rodas bocha ciclismo esgrima em cadeira de rodas futebol de 5 futebol de 7 goalball halterofilismo hipismo judô natação paracanoagem remo rugby tênis de mesa tênis em cadeira de rodas tiro com arco tiro esportivo triatlo vela voleibol sentado
calendario inscricoes agenda open

Academia Paraolímpica Brasileira

   0   0

Lançamento foi nesta segunda, em Uberlândia

 

Um marco histórico para o Esporte Paraolímpico Brasileiro. Foi assim que o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons, definiu a Academia Paraolímpica Brasileira (APB), lançada na noite de ontem, em Uberlândia.

Andrew Parsons apresenta APB

“Certamente hoje estamos escrevendo algumas das páginas mais importantes do Esporte Paraolímpico Mundial”, afirmou Parsons.

A cerimônia de lançamento da APB aconteceu na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que sedia também o primeiro Centro de Formação de Profissionais do Esporte Paraolímpico (CEFEP).

Andrew Parsons explicou que a Universidade Federal de Uberlândia foi a escolhida para ser sede do CEFEP por ter sido primeira instituição a se por à disposição.

“A UFU respira Esporte Paraolímpico, foi uma escolha natural”, justificou Parsons, lembrando que Uberlândia foi a primeira cidade do país a ter uma instalação esportiva com nome de um atleta paraolímpico – a pista Ádria dos Santos.

 

A Academia Paraolímpica Brasileira

A APB é baseada em três pilares: relação institucional com o meio acadêmico; publicações; e formação de recursos humanos. Para tanto, o CPB firmou ontem a parceria com a UFU, e assinará também com a Unicamp e a Unifesp. Além disso, está programado para setembro o lançamento do primeiro livro com o selo da Academia, pela editora Atheneu.

Mas é no último item, da formação, que está o CEFEP, inaugurado ontem, em Uberlândia. É de lá que serão elaborados, organizados e ministrados os cursos de formação de profissionais do Esporte Paraolímpico, sejam presenciais ou à distância.

“Precisamos sistematizar nosso conhecimento, incrementar o nível do Esporte Paraolímpico, produzir novos saberes e aproveitar os já existentes no mais alto nível. A APB pretende formar árbitros, classificadores, técnicos, para melhorar o serviço que oferecemos aos nossos atletas”, explicou Parsons.

“Esse centro com certeza trará uma nova etapa para o esporte brasileiro, assim como foi a Lei Agnelo Piva”, avaliou o deputado federal Gilmar Machado (PT/MG).

Gilmar Machado lembrou que, quando foi relator da Lei Agnelo Piva, em 2001, foi o autor da emenda que obrigava que o CPB e o COB reservassem um percentual do valor recebido para o esporte escolar e universitário. E é essa verba que viabilizou a instalação da Academia Paraolímpica Brasileira.

“Para que a gente possa ter grandes atletas, é preciso formar profissionais”, ponderou o deputado, que foi aluno da UFU.

A cerimônia na UFU, que ainda teve o lançamento da logo da Academia Paraolímpica Brasileira e a assinatura do termo de cooperação técnica entre o CPB e a UFU, contou com a presença do reitor da Universidade Federal de Uberlândia, Alfredo Júlio Fernandes Neto; do vice-reitor da UFU, Darizon Alves de Andrade; do pró-reitor de extensão, cultura e assuntos estudantis e coordenador do CEFEP, Alberto Martins da Costa; da representante do Ministério do Esporte, Adriana Taboza; da representante da secretaria de esportes de Minas Gerais, Rosana Bastos, ex-atleta paraolímpica; do presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF), Cláudio Bosque; do secretário da Fundação do Esporte de Uberlândia (Futel), vereador Antônio Carrijo; além do vice-presidente do CPB, Luiz Claudio Pereira, e dos membros da Comissão Científica do CPB, responsáveis pela Academia.

 

Media Guide Comunicação

Assessoria de Imprensa do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Diogo Mourão (diogo@mediaguide.com.br / 21 8301-0149)

Manoela Penna (manoela@mediaguide.com.br) / 21 8301-0123) 

Em Brasília 

Thalita Kalix (Media Guide) – (thalita.kalix@cpb.org.br / 61 3031 3035 / 61 8161 9271)

Thiago Ypiranga (CPB) (thiago.ypiranga@cpb.org.br /61 3031 3035/61 8161 9271)

-->
 
http://www.cpb.org.br/wp-content/plugins/wp-accessibility/toolbar/css/a11y-contrast.css 1